A influência da poesia no processo de dor em que o paciente oncológico vivencia

A dor no tratamento oncológico é um processo muito árduo , esta dor por muitas das vezes é resultante do tumor , sua localização e seu grau , juntamente com todo o conjunto psíquico-social que envolve-o.
No ciclo social podemos incluir um fator que muito permeia : Pré conceito e afastamento de familiares e amigos durante essa fase que o paciente mais necessita, esta dor que intensifica diariamente tem um vínculo muito amplo com o sistema psíquico , a esfera emocional é envolvida de uma tal forma , que penetra em sua sua subjetividade , resultando na intensidade da algia.
Mas como conceder este alívio durante este trilhar?
Este alívio se dar por meio das boas condutas como profissional, transmitindo o respeito em si e o amar o que faz , pois quando se ama , há dedicação e isto é percebido quando cuidamos do nosso alter, o processo álgico muitas das vezes é amenizado por uma atenção qualificada onde envolve o carinho e o olhar holístico, existem as formas de tratamentos medicamentosos , mas também há o lúdico que aflora esse prazer por sentir o alívio durante este momento.
Quando presenteio minhas pacientes do coração com poesias, posso observar o quanto elas se alegram em saber que são tão especiais, com toda certeza , elas se encontram dentro de algumas palavras e sentem alívio em saber que não estão só , tive uma paciente que teve câncer metastático e sempre que eu enviava poesias , ela agradecia , pois aliviava suas dores.
A poesia tem um encontro fenomenal com o coração, por mim o coração deve ficar bem maior e ali se inicia o processo de ternura , aquela mesma que cura, trazendo alívio e um sentimento infinito de vida com afetos, bem estar durante o processo álgico, se eu conseguir por pelo menos alguns segundos fazer uma alma sorrir , o meu coração entra em folia de mimos , ele começa a dançar e me impulsionar a escrever mais , mas se eu não conseguir te fazer abrir um sorriso por causa das fortes dores , meu coração te respeita, pois o primeiro passo foi dado , mesmo em meio as lagrimas , as escritas entraram em contato com seu interior e plantou uma porção de alívio que se ainda não chegou , chegará.

Enfermeira Oncológica Laís Vieira Lima
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts

Recent Posts