Viver de arte sem passar fome? A network


Contrastando o novo ditado com o velho ditado... Na nova “pegada” dizemos que: “se quer ir mais rápido vá sozinho se quiser ir mais longe vá acompanhado”, porém a grande realidade, pelo menos ao que pra mim parece, prevalece o antigo ditado: “A farinha é pouca meu pirão primeiro”.

Talvez a coisa que mais sinto, é que todos os artistas por si só podem crescer quando se unem, e não somente na produção, mas no apoio, no marketing, na divulgação, no esforço em conjunto, etc... a prova está ai, todo movimento que é feito em coletivo, feito com unidade respeitando a singularidade de qualquer um, no fim todos crescem, mas...



Mas parece que isto vira apenas teoria, utopia, sonho, e na melhor das circunstâncias, apenas alguns poucos conseguirão usufruir de boas parcerias e destas colherem o bom fruto. É claro que não dá pra contar o que vai à mente do outro, mas ao invés de pensar no crescimento do todo, há mais gente disposto a enfiar uma faca nas tuas costas em qualquer oportunidade...

No marketing digital, tenho descoberto que a melhor forma de crescer seja nas mídias, seja nas vendas, seja nas vaquinhas crowdfunding, é feito através de parcerias, e estas parcerias se tornam, pequenas, médias e grandes redes de contato!



Aí está o maior segredo dos que vencem a todo dia, a ferramenta muda, mas o princípio ainda continua o mesmo, usando a rede para expandir o projeto... Mas como resolver o problema do egoísmo nosso de cada dia?

Talvez ao invés apenas de pedir ajuda para alavancar a carreira, oferecer algo em troca com o mesmo valor ou além, de maneira que isto não pare por ai, não custa tentar... mas lembre nem sempre as pessoas ajudarão por ajudar, faça ver vantagens, e cumpra a tua palavra... se alguém falhar contigo, é menos um na lista de boas pessoas, porém se for fiel na palavra, então vale a pena investir nesta parceria.

Pergunte onde que a pessoa quer chegar, veja se realmente se trata de uma pessoa madura na carreira, ou se está começando... Como disse no artigo sobre aprender com os outros.... Caso não seja uma pessoa madura, então a melhor forma é saber se quer crescer ou não.

Parcerias é a forma que é usada na mídia tradicional e digital para: agregar valor, agregar autoridade, atrair novos clientes, fidelizar maior público, atrair empresas para patrocínios, empresários pra investir...

Com cuidado saiba bem com quem você faz parceria, pois parceria que não sabe pra onde está indo e não tem compromisso com sua carreira pode ser perda de tempo.
Zele pela sua imagem, é isto que no fim vai vender, claro  por fim estenda a mão aos que estão começando, afinal você não sabe o potencial que esta pessoa tem de ser um artista que vai ficar entre os mais famosos (nunca se sabe) então seja o primeiro a está apoiando, por fim se vê que não será, pelo menos aumentará seu público.

Tenha alianças com os fortes e tente ficar no mesmo nível, e/ou tenha muitas parcerias pequenas e estes te levarão para muitos outros lugares...

Na hora de mostrar competência cresça sem depender de ninguém, faça sua parte, principalmente não enfie faca nas costas de ninguém... nesta hora penso que a lei da semeadura (aquela do que plantamos e colhemos) pode ser fatal para matar nossa carreira quando pensamos que estamos em cima.

Aqui deixo algumas reflexões:
  •         Fazer parcerias com artistas de outros segmentos... para onde isto iria?
  •         Criar sua rede pessoal de artistas e casas de espetáculo ou festas... como fidelizar o público?
  •         Como contribuir para as pessoas que contribuem com você?
  •          Como contribuir sem esperar nada em troca e aprender com este processo?

·         O que você pode construir junto aos adversários de forma que todos ganhem?
       É desta forma que entendo que através de bons relacionamentos e parceria, podemos conseguir viver de arte sem passar fome!
Há outros exemplos que pode deixar aqui? Compartilhe, batamos um papo!
Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts

Recent Posts