A VOZ E VIOLÃO DO CANTOR YAGO ELOY CONQUISTANDO FÃS


YAGO ELOY é um músico e compositor que através do seu violão propõem uma linda melodia e gosta de coisas simples, apaixonado pela vida e pelas formas de vida.

Sua arte tem conquistado fãs por onde ele passa, e não foi diferente numa das edições da Festa do Caqui Rio da Prata, Yago Eloy toca de forma espontânea e busca transmitir através de seu talento, valorizar a sua letra e com melodias de forma simples, eficaz e eficiente.



Qualquer arte feita com verdade ela funciona, porque o artista tem no palco a realização da sua identidade cultural.  Se o artista colocar-se no lugar de alguém a música é a sua missão.

Yago Eloy sempre quis tocar as pessoas com algo que pudesse fazer. E como sempre gostou de música, cantava e tocava com seu violão, e através de sua  música alegrava vários corações.


DE YAGO POR YAGO ELOY?
Sou um cara que gosta de coisas simples, apaixonado pela vida e pelas formas de vida.


O QUE VOCÊ JULGA SER MAIS IMPORTANTE NA SUA ARTE COMO CANTOR E ARTISTA?
A coisa que mais prezo na minha arte é a verdade. Ser sincero é tudo. E as pessoas percebem quando você age naturalmente, de forma espontânea, e quando força uma barra. Então busco sempre transmitir o que eu sou, o que quero ser, sem omitir que eu também caio e erro, mas to aqui tentando.

COMO ARTISTA, QUAL SUA MAIOR DIFICULDADE NA SUA TRAJETÓRIA CULTURAL?
A maior dificuldade pra mim hoje é encontrar espaços que valorizem o artista que ta começando, onde possa haver o desenvolvimento da arte e a apreciação com um mínimo de qualidade. Aqui na Zona Oeste é uma luta muito grande pra chegar em um espaço desses.

COMO VOCÊ ENXERGA SUA CARREIRA E SEU PROJETO MUSICAL NUM FUTURO PRÓXIMO?
Num futuro próximo eu espero conseguir me apresentar de forma mais madura e mais natural possível nos espaços que me forem concedidos abertura. Ainda tenho algumas coisas pra dizer, tem inspiração pulsando e estou nesse caminho agora.

QUAL A ARTE QUE VOCÊ APOSTA, E QUE POSSA TER SUCESSO NUM FUTURO PRÓXIMO?
Qualquer arte feita com verdade vai funcionar. O Sucesso é relativo.


QUAL A IMPORTÂNCIA DE UM EMPRESÁRIO E ESCRITÓRIO NA CARREIRA DE UM ARTISTA?
Pode ajudar como também pode atrapalhar. O verdadeiro empresário é aquele que consegue visualizar mais do que um simples produto, mas a experiência, o desenvolvimento, a marca. Algo que não onere a criatividade e a essência do artista. Quanto ao escritório, com uma vasta agenda de shows é super necessário alguém que possa administrar, porque o artista tem o palco pra se preocupar e dividir a preocupação com contrato de evento, agenda, coisas mais burocráticas, é bem difícil.  

QUAL O FATO OU PESSOA QUE TEVE MAIS INFLUÊNCIA NA SUA ATIVIDADE ARTÍSTICA?
Alguns fatos, algumas pessoas. O incentivo de amigos pra que eu cantasse existia, meu contato com a oração me permitiu discernir aos poucos até tomar uma decisão. Mas talvez o fato de em 2016 eu sentir uma voz dizendo “vai lá e faz” me sustentou na decisão de começar a compor e cantar. Ver dentro do meu segmento outros artistas novos fazendo o que eu queria começar a fazer também me motivou bastante.

É DIFÍCIL SER ARTISTA NESTE PAÍS? AONDE À VERBA DA CULTURA É POUCA?
MUITO DIFÍCIL. O incentivo pra cultura aqui é muito pequeno e a valorização pra quem não está na “vitrine”, nos “holofotes” da mídia é bem pouca. Por isso que tem que ter muita certeza do que se quer, tem que tentar e saber que pode dar errado e principalmente tem que fazer com sinceridade, porque uma mentira não dura muito tempo.



QUAL É A PRINCIPAL 'MANCADA' NO BRASIL, EM SE TRATANDO DE INCENTIVO AO ARTISTA?
Acredito que a principal mancada é não promover a diversidade cultural que existe aqui. Infelizmente criou-se uma cultura aqui onde “coisas com conteúdo” não vendem e se não é rentável não é digno de promoção pra nossa classe política e empresarial.  Tem muita gente boa merecendo atenção, e eu acredito que é um momento de baixa pra arte vanguardista e até pra outras expressões mais populares. O buraco do funil ta menor, mas é preciso resistir. Uma hora muda o ciclo.

CONTE UM POUCO SOBRE SUA CARREIRA E AONDE DESEJA CHEGAR?
Se colocar no lugar de alguém que é estrangeiro a sua realidade.
Essa é a missão da minha música.
Eu sempre quis tocar as pessoas com algo que pudesse fazer. E como sempre gostei de música, cantava e tocava, queria fazer uma música pra pessoas que tivessem indo a um encontro de igreja pela primeira vez, que não tivessem a experiência e o background de caminhada. Algo que fosse compreensível a elas e que comunicasse ao mesmo tempo com fidelidade o evangelho.
Eu tento me colocar no lugar dessas pessoas que não tem a experiência com Jesus pra poder pensar em como gostaria que a música e a mensagem fosse transmitida, não que isso seja um desenraiza mento da fé, mas um dom que acredito ser dado pela graça de Deus. Essa não é uma tarefa simples e fácil e isso torna a missão real. É algo vivido, buscado e é preciso observar, ouvir e estar atento a docilidade do Espírito Santo.
Hoje eu através do reggae como estilo e de elementos da MPB busco levar nas minhas canções essas vivências, gravei um single chamado Mar Aberto, e esse ano vou gravar mais um single. O objetivo é lançar um EP em breve só com músicas autorais.

QUAL A IMPORTÂNCIA DE FAZER PARTE DESSE PORTAL TRAJETÓRIA CULTURAL PARA O ARTISTA?
Acho importantíssimo um espaço pra podermos falar com o público e com pessoas que não conhecem nosso trabalho, ou ainda que tem interesse pela cultura, no geral. Agradeço pelo convite, é sempre bom falar sobre que a gente faz.

https://www.facebook.com/yago.eloy


Por Graciano Caseiro

Share:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TOP 5

Recente