ZECA DO TROMBONE É CONSIDERADO O MELHOR DO BRASIL


ZECA DO TROMBONE É CONSIDERADO O MELHOR DO BRASIL 


José da Silva, o consagrado Zeca do Trombone, é considerado o melhor do Brasil e um dos 3 maiores trombonistas de pistão do mundo.


“Tudo que deve ser feito deve ser bem feito”. O conselho de Laura Soares da Silva, sua mãe, fez o ex-goleiro Zeca, revelado pelo Bangu, com passagem pelo Campo Grande e profissionalizado no Ypiranga, desistir de uma carreira promissora no futebol para se dedicar inteiramente à música. 


Hoje, José da Silva, o consagrado Zeca do Trombone, considerado pela crítica nacional como o melhor do Brasil e um dos maiores trombonistas de pistão do mundo, não se arrepende. Após estourar idade nos juvenis do Bangu, Zeca, aos 21 anos, indicado pelo técnico Paulo Emílio e contratado pelo Ypiranga, foi destaque no Campeonato Baiano de 1965.

O lugar da  música

A doença da mãe, que acabou falecendo precocemente, determinou sua volta à Cidade Maravilhosa. “Queria continuar jogando futebol e até pensei em retornar ao Bangu, onde tinha muitos amigos e algum prestígio, por ter sido campeão infanto-juvenil em 1961, e a simpatia do técnico TIM, com grande influência no clube. Mas a música já havia tomado conta de minha vida”.

Foi aí que entraram os ensinamentos de Dona Laura: fazer as coisas sempre com perfeição. “Não podia conciliar o futebol profissional, que exige dedicação, treinamento e um bom preparo físico, com as atividades musicais, que passaram a ser frequentes e normalmente exercidas à noite, com amigos como o cantor e ator Weber Werneck num ambiente de boemia”, declara Zeca.

Um discípulo de Rubens de Farias

Aluno de música do grande maestro Rubens de Farias, o já instrumentista Zeca do Trombone não cabia mais em seu Campo Grande, bairro da zona Oeste do Rio de Janeiro. Inicialmente integrando o conjunto The Jet’s e, mais tarde, com voo próprio, percorreu o Brasil e países da América do Sul participando de trabalhos e de gravação de discos ao lado de artistas da MPB, a exemplo de Elizeth Cardoso, Milton Nascimento, Gonzaguinha, Ivan Lins, Tim Maia, Beth Carvalho, Martinho da Vila, Alcione, Wando e Marlene.

Possui diversas gravações, desde a época dos velhos LP’s e compactos e, entre outros sucessos, fazem parte de sua discografia Zeca do Trombone e Roberto Sax, Zeca do Trombone, Rota do Mar, Gosto de Festa, no qual teve uma participação especial ao lado de Domingos do Estácio, e Gafieira, com composições que marcaram apresentações na ‘Gafieira Elite’, no Rio, em companhia de Carlos Dafé e da banda Malandro Dengoso.

Classifica como “inesquecível” um show realizado em 2005, no Bar Sacrilégio, na Lapa, centro boêmio do Rio. “Fui convidado pelos cantores Michel Tasky (belga) e Eliane Faria para prestar uma homenagem ao tradicional bloco Bafo da Onça. Foi demais”, confessa.

Fonte: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ex-goleiro-do-ypiranga-e-o-melhor-do-brasil-como-trombonista/ 


Entrevista com Graciano Caseiro


Graciano Caseiro: Quem é Zeca por Zeca do Trombone?
Zeca: Zeca é muito família. Orgulhoso dos familiares e amigos conquistados ao longo dos anos.

GC: Qual é o click dos seus sonhos?
Zeca: O click dos meus sonhos é continuar sendo merecedor do carinho e respeito das pessoas

GC: Você está experimentando um sucesso enorme, que muitos artistas nem conseguem atingir. Dá pra manter os pés no chão?
Zeca: Manter os pés no chão é ter humildade e ser sempre grato ao seu público

GC: Qual a pior parte da fama? E a melhor parte da fama?
Zeca: Não conheço a pior parte da fama. A partir do momento em que escolhi ser um artista, me preparei pra receber com prazer o assédio e o interesse das pessoas em relação a minha carreira

GC: Qual a música que você mais gosta de cantar e tocar em seus shows?
Como tenho um repertório bem eclético não existe uma música favorita. Depende do meu momento

GC: Seus fãs o defendem com unhas e dentes. O que você faz para manter o contato com eles?
Meu contato com meus admiradores é feito através da internet e dos encontros nos shows da vida

GC: Você tem vontade de fazer outros trabalhos ou só vive da música?

A música absorve o meu tempo. Só quero compor, tocar e cantar
 

GC: Qual sua dica ou recado para essa galera de jovens talentos surgindo no momento?

O meu toque pra quem está iniciando é que como nada é fácil no nosso meio, precisa ter muita disposição e batalhar pelo êxito do seu trabalho

GC: Como poder contactar o Zeca do Trombone?

Para contatar é só ligar para 21998029672 e o e-mail zecadotrombone@ig.com.br estão disponíveis para shows.





Mais sobre Zeca do Trombone: http://dicionariompb.com.br/zeca-do-trombone



Reportagem: Graciano Caseiro


Share:

3 comentários:

  1. Zeca é realmente um cara profissional, íntegro, responsável e um amigo sensacional, e um prazer ser músico da Banda Z
    Tuninho Dias

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Tuninho Dias por compartilhar suas experiências...

    ResponderExcluir
  3. Bom dia amigos.
    E um não sou de C.G. mas conheci so Zeca através de dois amigos, Diniz e Celso do dois metro, estive em sua casa e fui carinhosamente bem recebido por ele e sua família, nessa época ele estava fazendo show no petisco da vila e fui convidado para o show, mesmo não estando constante mente com vc, sempre tive um carinho muito grande por vc, continua sendo sempre assim, vc é e sempre será show, obrigado meu amigo, bjs na família.

    ResponderExcluir

TOP 5

Recente